Contact Information

Theodore Lowe, Ap #867-859
Sit Rd, Azusa New York

We Are Available 24/ 7. Call Now.

Novo filme da DC abre mão de conexões com os demais personagens e foca somente em Gotham City.

Um novo filme solo do Batman está nos planos do estúdio desde a apresentação de Ben Afleck como interprete do personagem em 2013, entretanto, muita coisa aconteceu desde esse anúncio que comprometeu o futuro do personagem.

Para começar, o Batman de Afleck dividiu um filme com o Superman de Henry Cavill, “Batman vs Superman – A orgiem da Justiça” (2016) que era sequência direta de “O Homem de Aço” (2013), infelizmente o filme dividiu muitos fãs e desagradou a crítica especializada; Até a época, Afleck iria dirigir o novo projeto solo do personagem e até escreveu um roteiro para a Warner que em fevereiro de 2017 anunciou um novo diretor para o projeto: Matt Reeves.

A sequência do estúdio incluiu a próxima aparição do personagem em “Liga da Justiça” (2017), a produção sofreu com polêmicas, mudança de diretor, refilmagens e pressão do estúdio para manter a data do lançamento, entre outros assuntos que prejudicaram o filme, resultando numa obra que desagradou fãs e críticos e colocou em cheque o futuro do universo compartilhado DC.

O sucesso de “Coringa” (2019) parece ter selado que o público DC vai compreender que as histórias do estúdio não precisam ser interligadas como as da Marvel Studios e seu vasto Universo compartilhado, deixando a Warner confiante para investir em histórias fechadas e dar liberdade e controle criativo aos seus diretores para entregarem histórias no patamar estabelecido anos atrás por Christopher Nolan com sua trilogia do Batman.

O diretor Matt Reeves havia se despedido a pouco da franquia “Planeta dos Macacos”, filmes que desempenharam bem nas bilheterias, trouxeram fãs novos e agradaram a crítica especializada quando encarou o desafio de dirigir o próximo filme solo do Homem-Morcego; A entrada de Reeves no projeto foi recebida com muito ânimo pelos fãs do personagem que esperam um trabalho autoral para a nova trilogia.

Reeves além de dirigir, também roteirizou o filme, o que para os fãs do diretor, significa que o texto deve ir além de um filme de super-herói e apesar de não se tratar de uma história de origem, inicia um arco para o personagem em seus primeiros anos de atuação contra o crime em Gotham, como de costume, O filme também deve abordar um tema atual e que gere discussões.

Já Robert Pattinson atuou em muitos projetos independentes após estrelar a franquia Crepúsculo, onde apesar do sucesso de bilheteria, sua atuação ao lado de Kristen Stewart sempre foi duramente criticada. No entanto, antes de fazer teste para dar vida ao novo Bruce Wayne nos cinemas, Pattinson estrelou projetos peculiares e com propostas bem distintas de atuação, desde os elogiados “Bom Comportamento” thriller de 2017 ao terror psicológico “O Farol” de 2019. Vale lembrar que o ator trabalhou com Nolan em TENET, que estreiou nos cinemas esse ano.

Se havia duvidas de que a fase como Edward tinha passado, esperamos que o Wayne de Pattinson venha para coroar um novo momento em sua carreira, agora de volta aos blockbusters.

O trailer de “The Batman”, foi lançado durante a DC Fandome desse ano e se você não assistiu ainda, confira acima!


administrator

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *